Setor de Famílias Novas realiza minicurso de Finanças Pessoais

Agosto 25, 2018

O setor de Famílias Novas do Movimento dos Focolares em Vitória da Conquista realizará nos dias 15 e 16 de setembro de 2018, sábado a tarde e domingo pela manhã um minicurso de Finanças Pessoais.

O curso tem por finalidade auxiliar as famílias, os noivos, e os jovens no começo da vida financeira a administrar de forma consciente as suas economias, assim poderão evitar problemas como endividamentos no sistema financeiro e planejar de forma segura o cotidiano de suas despesas e aquisições de serviços e bens patrimoniais.

O palestrante é o Contador e Orientador Financeiro Magnus Antônio P. Carvalho, de Salvador-Ba.

Magnus é contador, palestrante, orientador financeiro, foi colaborador da Revista Cidade Nova por 4 anos na coluna Finanças, atualmente mantem um parceria com a SSP-BA ministrando curso de finanças para policiais civis e militares.

O curso estará focado na orientação de maneiras como usar o seu dinheiro não importando o seu padrão aquisitivo, pois o que vai definir o seu futuro financeiro não é o volume que você ganha ou recebe, mas sim o quanto e como você gasta.

Não perca essa oportunidade de aprender a realizar o seu equilíbrio financeiro ou da sua família, pois o nosso país está passando por um período de crise financeira que afeta a todos os trabalhadores e comerciantes.

Não deixe de fazer sua inscrição o mais breve possível, pois as  vagas são limitadas. Emitiremos certificado de participação com carga horária de 8 horas.

Qualquer dúvida contate a organização:

Setor de Famílias Novas – Movimento Focolares – Vitória da Conquista

Edivanilde Santos 98817-1574 / Cristiane 98821-4997 / Lucas Melo 77-98812-0474 (todos o fones são Whatsapp)

 

INSCRIÇÕES

AGORA SOMENTE

NO LOCAL

DO EVENTO!

 

Salvador acolhe evento católico que acontece anualmente em numerosos países do mundo

Junho 19, 2018

O Movimento Focolares realizará mais uma edição do evento Mariápolis. Este ano a atividade acontecerá de 29 de junho a 2 de julho, no Colégio Salesiano Dom Bosco (Avenida Santo Antônio de Pádua, I, São Marcos – Paralela) e para participar o interessado deve realizar a inscrição até o dia 20 de junho pelo site www.focolaresba.org . O tema escolhido para este ano é “Quero revê-la em ti: um chamado a reviver Maria”.

O Mariápolis conta com uma programação diversificad, que contempla temas de reflexão, momentos de convivência, fortes depoimentos, canções e saudáveis recreações. Mariápolis é o encontro mais característico do Movimento dos Focolares, que se realiza anualmente em numerosos países do mundo. O objetivo é oferecer aos participantes uma experiência de comunidade renovada pelo Ideal da Unidade, a partir de autênticos valores, como o amor fraterno, a unidade, a paz e a solidariedade.

De acordo com os organizadores, após a Mariápolis, as pessoas sentem-se impulsionadas a colaborar com a construção de uma nova sociedade, que tem como guia de conduta a “regra de ouro”, que convida a fazer aos outros o que se gostaria fosse feito a si.

Para saber mais informações, o interessado pode entrar em contato pelos telefones (71) 3328-2244 / 3015-6296 ou pelo Whatsapp (71) 99174-2575.

Sobre o Movimento Focolares

O Movimento dos Focolares, presente no mundo inteiro, possui a fisionomia de uma grande e variegada família. Nasceu em 1943, durante a Segunda Guerra Mundial, como uma corrente de renovação espiritual e social. “Um povo nascido do Evangelho” é como foi definido pela fundadora, Chiara Lubich (1920-2008), personalidade carismática e referência no século XX.

Pertencem ao Movimento dos Focolares pessoas de todas as idades, vocações, religiões, convicções e culturas, com o objetivo de cooperar na construção de um mundo mais unido, impulsionados pela oração de Jesus ao Pai, “Que todos sejam um” (Jo 17,21), no respeito e na valorização das diversidades. Privilegia os diálogos como método, no constante compromisso a construir pontes e relações de fraternidade entre indivíduos, povos e esferas culturais.

 

Fonte: http://arquidiocesesalvador.org.br/salvador-acolhe-evento-catolico-que-ocorre-anualmente-em-numerosos-paises-do-mundo/

Mariápolis 2018

Junho 6, 2018

Vem chegando aí a nossa Mariápolis 2018, é hora de compartilharmos as nossas experiências para a difusão do nosso ideal!

Prepare-se, arrume as malas com carinho, porque vais viver uma nova experiência!

Se informe por aqui www.focolaresba.org e não perca tempo, o relógio está trabalhando.

O que é o encontro Mariápolis?

Abril 12, 2018

O que é a Mariápolis? É o encontro mais característico do Movimento dos Focolares: juntos, crianças e adultos, pessoas das mais variadas proveniências, encontram-se por alguns dias, para viver um laboratório de fraternidade, à luz dos valores universais do Evangelho.

Esta experiência original, que se repete em numerosos países do mundo, tem como guia de conduta a “regra de ouro”, que convida a fazer aos outros o que se gostaria fosse feito a si.

São dias para experimentar como é possível viver a gratuidade e a doação na vida cotidiana, colocando-as como base de qualquer relacionamento.

História das Mariápolis

No difícil contesto do pós-guerra, quando ainda buscava-se reparar, entre os povos europeus, as feridas causadas pelo Segundo Conflito Mundial, no verão de cada ano, nos montes da região do Trentino, no norte da Itália, juntava-se ao grupo do nascente Movimento dos Focolares, um número cada vez maior de jovens, famílias, operários, profissionais, políticos.

Dessa maneira compunha-se a Mariápolis, uma maquete de sociedade renovada pelo amor evangélico. Encontravam-se tiroleses e italianos, franceses e alemães, que viam dissolverem-se ódio e rancor. “Ferroviários, estudantes, médicos, farmacêuticos e deputados, entrando na Mariápolis estão já unificados. De que valem os cargos se aqui somos irmãos?”, recitava uma antiga canção, de moda nas primeiras Mariápolis, que exprime bem o sentido de fraternidade que se respirava, e que se respira ainda hoje, em muitos países do mundo, onde esta original experiência se repete.

A característica da internacionalidade logo caracteriza o Movimento, em rápida expansão, primeiramente em toda a Itália, a partir de 1952 nos outros países da Europa, e, desde 1958, nos continentes extra-europeus. Em 1959 foram mais de 10 mil as pessoas que chegaram a Fiera di Primiero, na região das montanhas Trentinas. Estavam representados 27 países, dos vários continentes. Naquela Mariápolis – e depois em Friburgo, em 1960 – falando sobre a unidade dos povos a grupos de várias nações, Chiara Lubich transferiu à relação entre as nações a lei evangélica do amor, e propôs de “amar a pátria alheia como a própria”. As Mariápolis repetem-se ainda hoje, nos cinco continentes.

Seguindo o mesmo modelo surgiram pelo mundo as “Mariápolis permanentes”, as pequenas cidades do Movimento, atualmente cerca de vinte, em vários estágios de desenvolvimento; a primeira nasceu em 1964, na Itália, em Loppiano.

Fonte: http://www.focolare.org/pt/obras-e-atividades/mariapoli/


%d bloggers like this: